SLCenter
30 Anos de Experiência
facebook SL Center twitter SL Center youtube SL Center

Perguntas frequentes

1. O INGLÊS UM IDIOMA DIFCIL DE APRENDER ?

Entre os idiomas de origem germânica, o inglês é um dos mais fáceis. A gramática não é tão complexa e o brasileiro, de modo geral, não apresenta dificuldades para a produção de certos fonemas, que não existem no português.


Mas é muito importante o trabalho de um professor que tenha profundos conhecimentos do idioma e dedicação ao aluno para facilitar o aprendizado.

2. QUAIS SÃO OS PAÍSES QUE FALAM O INGLÊS COMO LÍNGUA OFICIAL ?

Vamos destacar, entre outros: a Inglaterra, os Estados Unidos, o Canadá, a Austrália, a Nova Zelândia e a África do Sul. Ao norte do Brasil, também temos a Guiana.

3. QUAIS SÃO AS DIFERENÇAS ENTRE O INGLÊS AMERICANO E O INGLÊS BRITÂNICO ?

As principais diferenças entre o ‘americano’ e o ‘britânico’ são:

1. a pronúncia de certas vogais e da consoante ‘r’ no final de uma frase (que no britânico não é pronunciado);

2. a velocidade que se distingue entre um e outro, levando-se em consideração a rapidez do falar americano;

3. as ligações (linkings) entre as palavras em uma frase são muito mais acentuadas no americano;

4. a utilização de vários vocábulos são mais frequentes num país que em outro;

5. a entonação (melodia).

4. É IMPORTANTE APRENDER O INGLÊS BRITÂNICO ?

Não deixa de ser a língua-mãe que deu origem a uma série de variações, como o ‘americano’ e o ‘australiano’, mas comercialmente falando, sem dúvida, o inglês britânico é muito menos importante.

5. ENTÃO, POR QUE MUITAS PESSOAS ESTUDAM O INGLÊS BRITÂNICO ?

Preferimos acreditar que é porque elas não sabem o que estão buscando e também pela interferência da mídia.

Além disso, infelizmente, há aquelas que acham mais elegante falar o britânico.

Mas, para nós da ;SLCENTER, o mais importante é preparar os alunos para enfrentar os futuros desafios profissionais.

6. POR QUE A “LINGUAGEM AMERICANA” É MAIS IMPORTANTE ?

Veja, por exemplo, a influência que o inglês falado nos Estados Unidos tem nas músicas. Em relação aos britânicos, um número maior de cantores americanos estouram nas paradas de sucesso todos os anos.

Hollywood não pára de produzir filmes (também em inglês americano).

 

A maior rede de notícias do mundo, a CNN, usa o inglês americano em mais de 90% das reportagens.

E, no Brasil, existem no mercado de trabalho muito mais empresas americanas do que britânicas.

E mesmo as multinacionais de outros países usam o inglês americano.

 

É aí que não dá para entender por que estudar o britânico.

7. QUAL LINGUAGEM É MAIS FÁCIL DE ENTENDER, A ‘AMERICANA’ OU A ‘BRITÂNICA’ ?

Um aluno formado pela SLCENTER vai entender as duas, porém vai falar o inglês americano. Para os alunos de outras escolas a situação é bem diferente.

Se o curso for o americano, eles terão facilidade para entender o britânico. Se o curso for britânico, dificilmente vão entender o americano (devido à velocidade e ‘linkings’ que os americanos usam ao conversar).

8. POR QUE UM ALUNO DA “SLCENTER” ENTENDE AS DUAS LINGUAGENS ?

Porque desde as primeiras lições o curso já trabalha com intensas correções de pronúncia, entonação, ‘linkings’ e velocidade.

 

Temos um conjunto de atividades com técnicas exclusivas que nenhum outro curso tem (e das quais nossos alunos já usufruem há muito tempo).

9. QUAL INGLÊS É ENSINADO NA “SLCENTER” ?

Optamos pelo americano devido à sua importância no mercado de trabalho. Mas, é claro, que temos, inseridas nas lições, explicações das variações entre os dois idiomas, quanto à gramática, pronúncia e vocabulário.

 

Se algum aluno desejar aprimorar a pronúncia e entonação no inglês britânico, poderá participar do Curso de Fonética, o qual possibilita diálogos perfeitos com americanos e britânicos, a ponto de dificilmente alguém perceber a nacionalidade brasileira.

10. ONDE A METODOLOGIA DA “SLCENTER” DIFERE DAS DEMAIS ESCOLAS ?

A principal diferença é que nossos cursos são exclusivos e foram produzidos para alunos brasileiros. Como resultado, a sequência de informações utilizadas pelo Curso “English, In Its Easiest Way”, transmitidas aos alunos em aula, faz com que a matéria desenvolva-se de maneira natural e gradativa.

 

Outra grande diferença é que desde o seu início, o curso dá grande ênfase às correções de pronúncia, entonação e velocidade, nunca se esquecendo da conversação que é muito intensa.

 

Os professores da SLCENTER, além de formados pelo nosso curso de inglês, são especializados no ensino, através de um treinamento específico. São grandes profissionais a serviço da qualidade que nossa metodologia exige.

11. A TRADUÇÃO DAS FRASES PARA O PORTUGUÊS PREJUDICA O APRENDIZADO ?

De forma alguma.  Do contrário, a tradução ajuda o aluno a realmente entender o que está falando (ao invés de pensar que entende).

Já imaginou um chefe solicitando à sua secretária a tradução de um e-mail, para posteriormente enviá-lo aos Estados Unidos ?

 

Se ela jamais estudou técnicas de tradução, terá a habilidade e a rapidez necessária ?  Não há como.  E ela é responsável por isso ?

 

Se foi ela quem escolheu o curso, não há dúvida que deve dividir essa responsabilidade com ele (o curso) e com a escola que não soube adotar ou criar uma metodologia melhor.

O futuro deve ser planejado e não simplesmente deixá-lo ao “Deus-dará”.

12. POR QUE A MAIORIA DAS ESCOLAS PREFERE ENSINAR SEM TRADUÇÕES ?

Pela dificuldade de encontrarem professores que possam dar explicações detalhadas (em português) sobre a matéria.

É mais fácil dizer “aqui você vai aprender o inglês como você aprendeu a falar o português” (o que é totalmente impossível).

Enquanto o aluno fica proibido de perguntar suas dúvidas em português na sala, o professor se esquiva de passar certos ‘vexames’ pelo desconhecimento da matéria.

E assim, depois de cada aula, o aluno vai para casa acumulando mais e mais dúvidas. Até que um dia desiste, pensando que não nasceu para falar inglês. Em sua ingenuidade, ele não percebe que a falha estava no sistema de ensino e não em si mesmo.

13. É POSSÍVEL APRENDER O INGLÊS DA MESMA FORMA QUE APRENDEMOS O PORTUGUÊS ?

Nunca mais uma pessoa adulta vai encontrar o mesmo ambiente que lhe foi tão favorável, quando criança, ao aprendizado da língua materna.

Assim, é impossível e totalmente inviável criar um método que se assemelhe às situações que uma criança tem para aprender sua língua-mãe.

Quando uma pessoa adulta vem para uma aula, ela traz para a sala todos os problemas que a aflige no dia a dia. Sua mente não está mais “livre” como quando começou a aprender português.

Conheça mais sobre este assunto nas páginas denominadas “CUIDADO!”.

14. POR QUE A MAIORIA DAS ESCOLAS USA LIVROS IMPORTADOS ?

Pela grande facilidade de abrir uma escola sem fiscalização governamental e porque é muito mais fácil adquirir os livros numa distribuidora. As livrarias estão repletas de métodos de inglês para todos os gostos.

 

O comércio de livros é muito grande. Muitos proprietários dessas escolas nem sequer falam inglês.

 

O objetivo de realmente ensinar o aluno e prepará-lo para os desafios da vida profissional é dedicação de poucos. E cabe ao aluno descobrir isso – ou vai pagar um preço bem alto no futuro.

15. ESCOLAS QUE OFERECEM CURSOS RÁPIDOS DE 6/8/10 SEMANAS FUNCIONAM ?

É óbvio que não. É humanamente impossível alguém falar inglês com qualidade nesse período de tempo. Milagres dessa natureza não acontecem.

 

Se o aluno pudesse dedicar-se durante umas 8 horas de aula por dia, de segunda a segunda, num elaborado programa de imersão, há uma possibilidade. Do contrário... esqueça.

 

Nosso programa mais rápido (com turmas) é o SIP (Special Intensive Program), com aulas de 2 horas e 15 minutos, de segunda a quinta e ainda assim apenas o nível básico pode ser concluído em 20 semanas (5 meses).

16. COMO ESCAPAR DE CERTAS “ARMADILHAS” QUE EXISTEM NO MERCADO?

A melhor maneira a pesquisa no local. Nada de telefonemas. Use a publicidade que voce ve apenas como indicaao, mas nunca como referencia de um bom curso.

 

LEMBRE-SE SEMPRE que um ator que aparece na TV anunciando qualquer produto muito bem pago para dizer qualquer coisa que a empresa pea. Ele nao tem voz prpria. Entao, nao se deixe levar pelas suas palavras ou imagem. (Fique esperto!)

 

Busque conhecer a fundo a escola, o curso, a matria que vai ser ensinada e, principalmente, qual a metodologia aplicada. Se o curso utilizar livros importados, sua possibilidade de fracasso muito grande.

Se ainda assim, voce cair... pelo menos voce tentou acertar. Voce fez sua parte.


ATENÃO


extremamente importante informar que os vdeos que aparecem em nosso site com os depoimentos do atleta "Lucas Moura" e da apresentadora e atriz "Solange Frazão" foram cedidos gratuitamente à SLCENTER por serem nossos alunos, numa forma muito gentil e amvel de orientar os visitantes do site sobre nosso comprometimento com a "verdadeira" qualidade no ensino. Seus depoimentos (do mesmo modo que aqueles de outros alunos) representam exatamente o que eles pensam sobre a SLCENTER.

17. É POSSÍVEL FALAR UM INGLÊS PERFEITO MESMO SEM MORAR FORA DO BRASIL ?

SIM e sem dúvida nenhuma. Não é preciso morar lá fora para falar um inglês perfeito. Depende apenas da pessoa saber escolher o curso e dedicar-se.

 

Morar fora do país não significa aprender inglês com perfeição (a não ser por longos períodos de tempo, e mesmo assim...). A permanência num país de língua inglesa é muito benéfica somente quando a pessoa já domina pelo menos o básico do idioma.

 

Do contrário, o investimento financeiro é muito desproporcional aos benefícios conseguidos. A viagem só tem seu valor pelo lado turístico e cultural (mas não pelo idioma).

 

Nossos alunos falam e entendem inglês como se fossem americanos.

18. COMO SABER SE O CURSO É REALMENTE BOM ?

É uma tarefa muito difícil. Para analisar como as aulas serão ministradas, a pessoa precisaria conhecer um pouco de didática de idiomas (o que nunca acontece) e assim torna-se presa fácil de escolas desonestas ou incompetentes e com forte apelo do “marketing”. Uma ‘dica’ é avaliar os seguintes tópicos:

– o curso é audiovisual ?  se for, como é usado essa metodologia ?
– qual é o potencial de vocabulário na conversação ao término do curso ?
– como é o programa de conversação ?
– busque conhecer vários alunos e descubra se eles já conseguem falar inglês depois de um ano de estudo e se eles indicariam a escola.

 

Mas não se esqueça que mesmo com respostas que satisfaçam suas expectativas, ainda assim você vai estar sujeito às informações falsas e enganosas. Procure tê-las por escrito.

19. VALE A PENA ESTUDAR COM UM ‘PROFESSOR PARTICULAR’ ?

Não, de forma alguma, porque seria necessário que o professor desenvolvesse as técnicas de ensino adequadas e raramente isso acontece. Nem todos têm a habilidade e a competência para criar ou até mesmo utilizar um método que atinja os objetivos desejados.

Um professor de línguas precisa de supervisão e orientação didática constantes, assim como qualquer equipe esportiva – por melhor que seja – jamais será campeã sem um bom técnico.

Na SLCENTER, um Departamento de Ensino experiente e responsável dá suas orientações didáticas aos professores (diante das mais variadas situações que surgem com frequência), além de treinamentos permanentes.

Aulas com professores particulares, por mais econômicas que possam parecer, são – na verdade, – as mais caras possíveis, devido às implicações futuras (com erros que se tornam crônicos).



Escola SL Center

 

SLCENTER Language School - 2012 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por: kmc sites