SLCenter
30 Anos de Experiência
facebook SL Center twitter SL Center youtube SL Center

Cuidado!

NÃO VAMOS FAZER DOS ADULTOS SIMPLES CRIANÇAS

 

Muitas escolas afirmam que os alunos devem aprender o idioma naturalmente, da mesma forma como aprenderam o português, sem gramática, sem tradução, somente com conversação.


Se esquecem, no entanto, de vários fatores importantes e interessantes que contribuíram para nosso aprendizado da língua portuguesa.


Em primeiro lugar, com que idade uma criança começa a falar algumas palavras? Poderíamos dizer entre um ano a um ano e meio.


E com que idade ela já começa formar frases longas, com pensamentos bem definidos? Talvez, com três ou quatro anos.


Quando uma criança consegue entender diálogos que aparecem em noticiários de TV ou em reportagens sobre política, ciência, economia, etc.? Agora, talvez, aos 10 ou 12 anos (ou mais).


Pode um adulto esperar todo esse tempo para falar inglês?

Além do mais, uma criança não tem preocupações com trabalho, sustento de uma família, falta de emprego e, até mesmo, com questões de doenças que podem ocorrer.


Sem dizer que ela vive num país onde se fala o português, cercada de pessoas, que durante todo o tempo dialogam nesta língua.


Será que um adulto consegue ter as mesmas condições para aprender inglês como aprendeu, quando criança, sua língua materna? (É claro que não.)


Não podemos nos esquecer que os adultos não podem ser tratados como crianças e, assim, nenhuma metodologia de ensino jamais poderia superar a naturalidade com a qual nos foi ensinada a língua-mãe.


Mesmo porque os adultos têm mais urgência do idioma e devem, portanto, aprendê-lo de forma diferente daquela com que lentamente aprenderam o português.


Então, quando alguém lhe disser que “você deve aprender o inglês como você aprendeu o português”, tenha a certeza que esse alguém não conhece metodologia de ensino de idiomas estrangeiros para brasileiros.


Próximo >




Escola SL Center

 

SLCENTER Language School - 2012 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por: kmc sites